04/08/2015

Em Canto e Poesia (2013)


De São José do Egito
Das banda da cantoria
Os netos de Helena e Louro
Os três meninos de Bia 
Vivendo o destino escrito 
Sempre Em Canto e Poesia

O grupo nasceu de improviso, como tudo que ele faz. Numa apresentação do poeta Antonio Marinho, no restaurante Sala de Reboco, como abertura de um show do Poeta e Cantor Renato Teixeira. Na circunstância, sem combinar nada, o irmão de Marinho, Greg, pegou o violão e começou a acompanhar o recital, dando a ele cadência e musicalidade. Depois apareceram um zabumbeiro e mais um percussionista no palco e, sem ensaio, um espetáculo pronto surgiu. Era o ano de 2005. 

Desde então, de forma natural o grupo vem modificando a sua formação tendo sempre fixos os irmãos Antonio Marinho, Greg Marinho e Miguel Marinho. São de São José do Egito, a terra da poesia, no Sertão do Pajeú Pernambucano. Trazem como referências os repentistas de sua terra e os poetas e compositores populares. Lourival Batista, Antonio Marinho, Job Patriota, Rogaciano Leite, Cancão, Lamartine Passos e Zeto são algumas das fontes nas quais eles bebem. A formação é a seguinte: Voz e cordas - Greg Marinho, Voz e efeitos - Antonio Marinho Pandeiro e voz - Miguel Marinho, Percussão e efeitos - Junior Teles.

Poesia em música!

Faixas do álbum:
01 Poemas de Abertura
02 Com Que Vim
03 Coração de Poeta
04 Trechos de Se Soubesse
05 Passando a Limpo
06 Canto Canção
07 Lenda
08 Recife, Sonho dos Artistas
09 Pankararu/Adispois
10 Trecho de Época do Desespero/Trecho de Fase Semi-Feudal
11 Filha, Mãe da Poesia
12 Versos de Saudade
13 Ciência Popular
14 Trecho de poema de Zé Rabelo/Pajeú dos Faraós da Poesia


Vídeo do álbum completo no youtube: